O Pedido Comum De Cada Profeta


As boas novas sobre o Último Profeta, não se limitava apenas o Profeta Abraão (que a paz esteja com ele). Todos os profetas, desde Adão até o Abraão o mencionaram, os profetas que vieram depois de Abraão também compartilhariam as mesmas boas novas com suas nações. Porque isso foi um dever deles. Allah (que sua gloria seja glorificada) tinha reunido os profetas e, em seguida, tinha recebido uma promessa de cada um deles em relação a esta questão:


E quando Deus firmou aliança com os Profetas: “Eu vos concedi o Livro e a Sabedoria, em seguida, vos chegará um Mensageiro confirmando o que (das Revelações Divinas) já possuis - deveis certamente crer nele e o ajudar.” Assim dizendo, perguntou: “Concordai e comprometei-vos a aceitar o Meu encargo nesta matéria? “Eles responderam: “Nós (o) confirmamos. “Ele disse: “Então, testemunhai (vós e vossa comunidade), e Eu estarei convosco entre as testemunhas.” Então, quem depois disso se afastar serão dos transgressores. (1)


Enquanto levantava suas mãos para arrependimento e implorar a seu Senhor, os olhos de Profeta Adão (Que paz esteja com ele) fixavam uma escritura em cima dos pilares do Trono. Depois ele mudaria sua oração da seguinte forma:


- Meu Deus! Eu imploro seu perdão através do nome do 'Muhammadun Rasûlullah' (Muhammad é o Mensageiro de Allah).


A voz que vem do maqam(estação) ao qual a oração foi dirigida disse:

- Como você conhece Muhammad, embora eu ainda não tenha o criado?


Portanto, Profeta Adão, disse com muito respeito:


- O Senhor! Quando você me criou com sua Mão de Poder e concedeu um sopro do seu Espírito Puríssimo, ao levantar minha cabeça, vi este nome gravada em cima dos pilares do Trono:


“La ilaha illallah, Muhammadun Rasûlullah.” Não há divindade além de Allah e Muhammad é seu mensageiro.


Eu sei que, O Senhor (só) escolhe a mais bela e mais benevolente das criaturas e (somente) assim grava nome dele ao lado do seu nome.


Diante de um pedido tão sincero vem uma resposta:


- Você está certo, ó Adão! Sem dúvida Ele é o mais amado das criaturas por mim. Absolutamente, perdoo te também, enquanto pedindo através Dele! Pois se não fosse por Muhammad, também eu não teria criado você. (2)


Na verdade, o Profeta (que paz e bênçãos de Deus esteja com ele) já é o dono do primeiro espírito criado (3); ele já tinha ganhado seu nome como 'Abdullah' no Livro Principal, Também era conhecido como 'Hâtamu'n-Nabiyyin (Último dos Profetas)'.(4). Ele já estava inserido na massa da criação. O encontro de seu corpo e alma iria acontecer depois e com ele encerrar-se-ia o envio dos profetas. Porque o Profeta Muhammad (que Paz e bençãos de Deus esteja com ele) foi o Último Sultão e foi primeiro criado.


Cada profeta que veio depois de Profeta Adão também cumpriu sua promessa. Eles prepararam suas nações sobre vinda do último Mensageiro citando-o e falando dele.

Noé (que paz esteja com ele) se sentia feliz por ter a nação muçulmana como seu testemunho sobre cumprimento da sua missão.


Davi (que paz esteja com ele) sempre lia os Salmos com seu tom de gemido dizia:

- Meu Deus! Após (este) período interregno, conceda-nos o Muqimu's Sunnah (O Estabelecedor da Sunnah), (5). Assim ele implorava ao seu Senhor pedindo a chegada do Ahmad.


João (que paz esteja com ele) vocalizava as mesmas coisas, Moisés (que paz esteja com ele) compartilhava estas palavras com os israelitas e Jesus (que paz esteja com ele) expressava a composição das mesmas letras em qualquer oportunidade.


Profeta Moises tinha escolhido setenta pessoas entre os israelitas que tinham virado as costas a ele apesar de todos os milagres apresentados. Ele fez um treinamento de quarenta dias com escolhidos e depois se dirigiram a Monte Sinai. La tiveram um encontro inédito (Com Deus).


Na Monte Sinai, os olhos não enxergavam nada por causa da neblina e da fumaça. Allah (que sua gloria seja glorificada) fez sua voz, cuja natureza é desconhecida para nós, ser ouvida por eles como uma outra bênção. Mesmo em face da tal graça, essas pessoas cujas mentes cegos, hesitaram e pediram Deus mostrar a sua própria pessoa alegando que não podem O reconhecer pela voz. No entanto, aquele que tem uma visão limitada não tinha como conseguir ver um ilimitado. Este era um fato conhecido. Obviamente o proposito deles não era essencialmente ver o Senhor. Mesmo conseguissem isso, ainda encontrariam uma desculpa e se esquivariam novamente. Pois uma vida com desonestidade tinha se tornado um hábito para eles.


Esse desrespeito ao Senhor acionara Gayratullah (O atributo de Allah de proteger a verdade)'. De repente, o Monte Sinai foi sacudido por um grande tremor. As setenta pessoas na montanha haviam caído no chão imóveis e estavam inconscientes,


Moises (que paz esteja com ele) ficou muito constrangido diante do tamanho da ingratidão perante tantas bênçãos recebidos. Ele os acompanhava cuidadosamente desde o início e tinha se esforçado muito para eles acharem o caminho certo. Era muito perturbador para Moises, uma comunidade, que foi criada nos cuidados divinos desde nascimento, reagir daquela forma em todos os lugares assim que Moises virar as costas. Mas ele não esperava que eles reagissem assim perante de Deus.


Havia apenas uma porta para a qual ele poderia se virar, e ele abriu as mãos:

“Ó Senhor meu,” ele disse com a voz trêmula.

"Se quisesses, tê-los-ias exterminado antes, juntamente comigo! Tu os exterminarias pelo que cometeram os tolos entre nós? Isto é uma prova Tua com a qual desvias a quem queres e guias a quem queres. Tu és o nosso Guardião (a Quem confiamos os nossos assuntos e em Quem confiamos). Assim, perdoa-nos e tem piedade de nós! Tu és o Melhor dos perdoares. “Destina-nos o bem neste mundo, assim como do outro, pois a Ti voltamos, seguindo o Teu caminho.”


Depois de expressar estas palavras de seu coração, Moisés (que paz esteja com ele), ele ainda se voltará para a porta da misericórdia e dizia apesar de tudo:

“Tua misericórdia, meu Deus”,.

No entanto, a providência divina era diferente. Voz de Misericordioso estava dizendo:


“Com Meu castigo, Eu aflijo a quem desejo (e ninguém pode fugir dele exceto quem Eu tenha misericórdia dele), e Minha Misericórdia abrange todas as coisas, e assim, (embora no mundo todo ser tem participação na Minha Misericórdia, na Outra Vida) a concederei a todos aqueles que atuam com reverência e piedade a Mim, pagar sua Esmola Purificadora Prescrita. Esses são os que realmente acreditam em todas as Nossas revelações e Nossos sinais.


Moisés pensou que uma nova porta seria aberta para seu povo e por isso estava sentindo uma grande alegria. No entanto, o assunto era diferente.


Continuando, a voz disse:


Eles seguem o Mensageiro (mais ilustre), o Profeta que não lê nem escreve (e, portanto, manteve-se preservado de quaisquer vestígios da cultura existente escrita e está livre de qualquer poluição intelectual e espiritual), o qual encontram descrito (com todas as suas distintas características) na Torá e no Evangelho (que estão) com eles. Ele lhes recomenda o que é certo e bom, e proíbe-lhes o que é mal, prescreve-lhes coisas saudáveis e legais e veda-lhes as coisas corruptas e ilegais. Ele alivia-os dos seus fardos (restantes de sua própria lei) e das restrições que estavam em cima deles. Portanto, aqueles que crerem nele (com toda a sinceridade), honram-no, apoiam-no e o ajudam, seguem a Luz (o Alcorão), que lhe foi enviada -. Eles são aqueles que são os prósperos.”(6)


Assim acontecera mais uma a declaração do nome do último Mensageiro ao mundo há muito tempo com voz divina que ecoara na Monte Sinai, Os olhos se voltavam para o futuro, e a atenções estavam sendo atraídas para boas novas dos dias bonitas que virão. Agora tornara-se um costume mencionar Ele ao conversar sobre os assuntos mais importantes. Profeta Moises falando dele com seu povo, Profeta Jesus o mencionava. Contava todos detalhes sobre ele. Das montanhas Faran a Arafat, do bairro onde ele nascerá, da cidade onde migrará, da sua vida familiar, até a missão que vai realizar.


Assim mentes estavam sendo preparadas para sua chegada. As pessoas estavam tão estimuladas e a chegada Dele era tão claro que até construíram torres altas chamadas 'misfá' e colocaram guardas nelas para não perder o momento da vinda do Mustafa. (7)



 

1 Alcorão 3: 81-82

2 Veja. Ibn Kathir, Al-Bidaya wa'l-Nihaya, 1/75; Al-Qurtubi - Al-Jami' li Ahkam Al-Quran, 1/324; Kastallâni, Mevâhib, 1/7, 16. Na verdade, essas expressões é uma outra maneira de expressar a verdade de "Se não fosse por você. Ó meu Habib(amado), eu não teria criado os céus.’


3 Ao expressar isso, o Mensageiro de Allah (ﷺ) disse um dia: "A primeira coisa que Allah criou, era minha luz. '(Alusi, Rûhu'l-Meânî, 8/71).


Em outro dia, ele respondeu Jabir Ibn Abdullah, que perguntou qual era a primeira coisa criada,: "Ó Jabir! Antes de Allah criar as coisas, criou a luz do seu Profeta da Nur (Luz) D’ele” e ele continuou explicando que as outras criaturas foram criadas a partir dessa luz. Ver. Kastallani, Mevahib, 1/7


Também há narrações de que a primeira coisa que Allah criou foi a mente e a caneta. Todas essas narrações, que parecem diferentes na verdade apontam para o mesmo ponto. Todas falam primordialidade do Profeta perante os criados Porque o universo é um livro que deve ser lido página por página, e o Mensageiro de Allah é uma parte indelével deste livro.


4 Um dia, o Mensageiro de Allah disse: “Enquanto ainda Adão estava na fase entre a terra e lama (ainda não era criado) eu era Seu servo (de Deus) e último dos Profetas aos olhos de Deus. Ver. Ibn Hisham, Sîre, 1/175; Tabari, História, 2/128


'Ahmed' era o seu nome que se pronunciava na língua dos profetas.) O próprio Alcorão conta o que Jesus disse:


E quando Jesus, filho de Maria, disse:

“Ó filhos de Israel! Certamente eu sou o Mensageiro de Deus que lhes foi enviado, confirmando a (qualquer que seja a verdade contida na) Torá, que foi revelada antes de mim3, e trazendo boas novas de um Mensageiro que virá depois de mim, cujo nome é Ahmad.”4”. (Alcorão 61:6)


Em outro hadice, o Mensageiro de Allah (ﷺ) disse: "Meu nome é Muhammad no Alcorão, Ahmed na Bíblia e Ahyed na Torá. ".

Ver. al-Hindi, Kenzu'l-Ummâl, 1/356 (1021)


5 Veja. Qadi Iyaz, Şifa, 1: 176 'Mukîmü's-Sunnah', é um dos nomes do Profeta.


6 Ver Alcorão Al-A’raf, 7:155


7 Assim como era antes de nascer, não será diferente também depois do apocalipse. Pois, o Mensageiro de Allah explicou isso em um hadice longo sobre intercessão Segundo o hadice os filhos de Adão que buscarão uma solução após receber uma decisão negativa sobre eles, começando com Adão. Eles serão enviados para trás por todos os profetas que visitaram e como resultado, essas pessoas chegarão até ele. Ver. Bukhari, Sahih, 4: 1745 (4435)


Este é o registro do endereço da intercessão que é o Muhammad (ﷺ).




14 visualizações